Tipos de pisos para garagem – Conheça os melhores práticos, bonitos e resistentes

Para não errar no momento da compra, confira dicas para escolher os tipos de pisos ideal para a sua residência

Na construção ou reforma da residência, é sempre importante pensar em cada detalhe, para diminuir o tempo necessário para as obras e os custos envolvidos.

Em uma casa, além da preocupação com o interior, é necessária especial atenção com a parte externa. A garagem, por exemplo, exige cuidados redobrados, por ser o local de entrada e saída dos veículos.

Pisos resistentes e práticos, mas que ao mesmo tempo estejam de acordo com a arquitetura e decoração da casa, são os ideais.

Facilidade e resistência, independentemente do automóvel

Para garantir um deslocamento seguro do veículo nas entradas e saídas da garagem, uma boa opção é o piso cerâmico emborrachado, que garante maior aderência, e é antiderrapante.

Estes tipos de pisos tem um bom custo benefício e tem ainda a vantagem de ser mais bonito, ao compararmos com opções como os pisos de borracha que, por sua vez, garantem uma ainda maior aderência e segurança, perdendo em questões de beleza aos pisos de cerâmica.

Mais beleza na garagem

Se o objetivo é deixar a garagem mais bonita, a sugestão é escolher o piso de pedra. Os custos variam de  acordo com o material. As mais recomendadas são as pedras São Tomé, Ouro Preto ou Miracema. Como vantagens destacam-se a maior durabilidade, resistência e a facilidade proporcionadas.

A atenção aos desníveis é necessária quando se opta pela utilização de pedras como piso da garagem, assim como a verificação quanto às características de antiderrapagem e permeabilidade, pois o óleo e outros fluidos dos veículos podem manchar o piso e até mesmo provocar acidentes.

Garagens cobertas

Uma boa opção para as garagens com cobertura é a utilização do porcelanato liso, que garante uma maior beleza ao piso. A desvantagem é que, pelo tipo de material, são comuns os barulhos do deslizar dos pneus dos veículos.

De características similares, outra alternativa é o piso de cerâmica liso, que também embeleza a garagem, e tem a vantagem de facilitar a limpeza, mas com a desvantagem de ser mais escorregadio.

Garagens descobertas

Quando se trata de uma garagem descoberta, o ideal é que seja verificado se o escoamento de água está assegurado, para se evitar as derrapagens do veículo.

Se a escolha for o piso de pedra, é importante considerar a espessura das rochas que serão utilizadas, e ter em mente que a obra poderá ser encarecida de acordo com as características das pedras.

A importância do contrapiso

 

Também é possível utilizar apenas o contrapiso de concreto, com um custo mais baixo para as obras. A desvantagem é a maior dificuldade para a limpeza, e o fato de o aspecto que pode ser diferente dos demais espaços da casa, sem a combinação com os demais pisos e revestimentos da residência.

Mas ainda que sejam utilizadas as pedras, a cerâmica ou o porcelanato, devemos ter um atenção especial com o o contrapiso, que é a base. Caso não seja bem feito, pode ocorrer o rompimento do pavimento com as altas cargas – no deslocamento do veículo, por exemplo –, mesmo que as pedras pareçam não ter rupturas.

Por isso, não poupe cuidados na escolha e na manutenção do piso da garagem, para assegurar maior praticidade e comodismo na rotina dos moradores, em uma parte fundamental da residência.

Veja alguns modelos de tipos de pisos para garagem:

garagem10 garagem9 garagem8 garagem7 garagem6 garagem5 garagem4 garagem3 garagem2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *