Calçada com grama é permitido? Dicas, passo a passo

calçada com grama é permitido ou obrigatório?

Para que possa plantar grama na calçada em sua residência existem algumas exigências para que seja possível o plantio da grama.

Ao andarmos por uma cidade qualquer é muito comum encontrar vários tipos de materiais que cobrem a calçada, como por exemplo, tem pessoas que preferem deixar no concreto puro, já outros preferem colocar pisos de cerâmica, alguns colocam gramas, alguns preferem apenas pintar e tem os que deixam a calçada abandonada.
Como fazer churrasqueira de alvenaria ou de tijolos
Tipos de pisos para garagem
Como assentar azulejo

Em alguns países mais desenvolvidos como nos Estados Unidos o uso da grama é muito comum em calçadas. No Brasil esta pratica não é muito comum, já que o concreto prevalece na maioria das residências, isto é uma pena já que a grama traz mais vida ao ambiente e muitas outras vantagens.

Fazer calçadas de grama não é proibido, cada pessoa pode escolher o que quer fazer em sua residência, isto é uma vergonha já que a grama deixa a casa mais bonita e traz vantagens. Alguns condomínios têm suas próprias regras, e uma delas são exatamente fazer a calçada de grama.

Nova lei das calçadas

De um tempo pra cá foi lançada a Lei das Calçadas (Lei 15.442/2011), os proprietários e inquilinos de imóveis cuja calçadas estejam em desacordo com os novos padrões deveram pagar uma multa.

Entre muitas as mudanças feita pela legislação, uma delas foi o aumento da passagem do pedestre que de 90 cm passou a ser no mínimo 1,20 m. a Lei também limita a instalação de mobiliário urbano nas calçadas, elas não pode broquear a passagem de pedestres ou dificultar o acesso de veículos. Ainda deve se4r reservado uma faixa de cerca de 70 cm para a instalação de equipamentos como lixeiras, ponto de ônibus, telefones públicos, etc.

Caso isso não aconteça, o proprietário ou morador da residência devera pagar uma multa que antes era de R$ 96,33 passou para R$ 300,00 por metro linear. Portanto um buraco ou rachadura pode custar R$ 300,00 mais o concerto de sua calçada, portanto o morador tem a obrigação de manter e conservar os locais de passeios públicos.

Depois de 4 anos a impressão que temos é que a única mudança que foi feita é justamente o pagamento das multas, todos os pedestres sabe que é difícil andar nas calçadas, imagine cadeirantes, pais com carrinhos de bebê, idoso, pessoas com deficiências, etc. Para a maioria dos pedestres o deslocamento de um local a outro são feitos à pé, de acordo com uma pesquisa feita mais de 30% dos deslocamentos são feitos à pé.

Dificilmente um modelo de gestão privada e individual das calçadas dará conta de enfrentar tal problema. Uma calçada segura e confortável para os pedestres tem que ser parte integrante de um sistema geral de circulação da cidade, que historicamente cuidou do chamado leito carroçável, onde andam os veículos, mas nunca cuidou dos pedestres e ciclistas. Os moradores cansados de pagarem multas e mais multas e a Prefeitura não fazer nada, as ruas continuam quebradas, sem locais adequados para cadeirantes ou deficientes. Isto só começara a mudar quando cada um resolver reforma a rua e a calçada em frente sua residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *